segunda-feira, 18 de julho de 2016


Vai chegar uma hora que até o mais corajoso guerreiro vai baixar a guarda e que por mais forte que seja vai se dar por vencido.
É nessa hora que o guerreiro se ajoelha, reza e pede para que sua fé seja renovada, que as suas feridas (físicas ou não) sarem... 

É então que o guerreiro entende que não há dragão mais difícil de combater que aquele que ele próprio cria. 
Ai, entende que se conseguir vencer esse dragão nada  irá vencer a ele. 
Então, o guerreiro levanta, agradece e num movimento ligeiro e confiante desembainha sua espada e parte para mais uma luta, desta vez contra os próprios dragões.

B.Couto
 

11 comentários:

  1. Talvez a mais dura das lutas, não, amiga? Belo post, boa semana; fica bem!

    ResponderExcluir
  2. Hummm esse seria o significado da Humildade????
    A imagem é de uma força impressionante!!!
    Fada-cigana-misteriosa.... A vida da gente é um exercício diário de humildade!!!

    ResponderExcluir
  3. Uma luta árdua, mas sim, por vezes mtº. necessária.
    Desejo que a amiga se encontre bem.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  4. Os dragões que se escondem no nosso interior são sempre os mais perigosos e os mais difíceis de vencer!

    Minha flor , um afectuoso abraço neste Dia da Amizade :)

    ResponderExcluir
  5. As verdadeiras amizades são como estrelas...
    Não as vemos todas as horas,
    mas sabemos que elas existem.
    E hoje dia do amigo estou aqui
    para te deixar um carinhoso abraço.
    Agradeço por fazer parte
    da minha caminhada.
    Deus abençoe vc sempre.
    Meu abraço e eterno carinho.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  6. Esta é a luta mais difícil.
    Nem sempre é fácil combater aquilo que deixamos viver em nós.

    ResponderExcluir
  7. Os dragões e demónios internos são os mais difíceis de vencer, na verdade.
    Belíssimo texto, gostei imenso.
    Frida, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir

  8. Vencer os próprios dragões não é tarefa fácil, faz-se necessário olhar pra dentro de si inúmeras vezes.
    Reconhecer o que nos limita e o que nos fortalece.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderExcluir
  9. Pois é amiga.
    Temos nossos dragões e as vezes esquecemos de alimenta-los e eles ressurgem e temos a mais ferrenha luta de nossa vida.
    Um deles é o medo.

    Belo texto.
    Bjs.

    ResponderExcluir