segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Era una belleza extraña y salvage, um rostro que al pronto extrañaba , no se podía olvidar.
Sobre todo, los ojos tenían una expresíon voluptuosa y feroz a la vez que no he encontrado después en ninguna mirada humana.
Ojo de gitano, ojo do lobo.

( Cigana Carmen - Prosper Merrimée )



11 comentários:

  1. Frida..... eu li vários livros de Prosper Merimée...
    Um corso que escreveu vários contos fortes e de excepcional curso histórico da Córsega.
    Excelente texto.....!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. E as expressões dominam... Belo! Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Bonita tradução nestes belos olhos.
    Linda semana amiga.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. O texto é belo... e a foto lhe dá o exato sentido! Espero que você esteja bem, minha amiga; boa semana!

    ResponderExcluir
  5. Uma foto de uma mulher delicadamente bela e super expressiva.
    .
    Quer visitar-me?
    .
    Deixo sedução

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de partilhar contigo a postagem que publiquei ontem, dia 01/12/15, no meu blog A CASA DA MARIQUINHAS/, que assinala o meu regresso à blogosfera.
    Desde já o meu “Bem hajas!”
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    PS – Desculpa o “copy & paste”

    ResponderExcluir
  7. Olhares existem que nos marcam, sem dúvida!

    Me estou recordando o de Rasputine numa fotografia que vi no palácio em que foi assassinado em Sampetersburgo (Rússia).

    Beijinhos, querida.

    ResponderExcluir
  8. Amiga tentei entrar no seu blogue há dias e não consegui.
    Ainda bem que hoje seja possível.
    Desejo que se encontre bem.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderExcluir