quinta-feira, 7 de maio de 2015



A DEMORA
O amor nos condena:
demoras
mesmo quando chegas antes.
Porque não é no tempo que eu te espero.
Espero-te antes de haver vida
e és tu quem faz nascer os dias.
Quando chegas
já não sou senão saudade
e as flores
tombam-me dos braços
para dar cor ao chão em que te ergues.
Perdido o lugar
em que te aguardo,
só me resta água no lábio
para aplacar a tua sede.
Envelhecida a palavra,
tomo a lua por minha boca
e a noite, já sem voz
se vai despindo em ti.
O teu vestido tomba
e é uma nuvem.
O teu corpo se deita no meu,
um rio se vai aguando até ser mar.

(MIA COUTO - In Idades Cidades Divindades, 2007)

20 comentários:

  1. Fora do tempo alude ao que seja divino.
    Bom fim de semana.

    beijo
    Marcos

    ResponderExcluir
  2. Que linda forma peotica de dizer do amor, do quão atemporal ele é, eu te amo, mas já te amava sem saber antes, e só e abandonado, é um amor findo mas existente, e nós em todos estes tempos, os mesmos e diferentes, e o amor ? o amor existindo entre tudo isso:
    " tomo a lua por minha boca
    e a noite, já sem voz
    se vai despindo em ti.
    O teu vestido tomba
    e é uma nuvem."
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga Frida

    Penso que um poema assim
    só poderia ser escrito
    por alguém que vivendo ou encontrando o amor,
    entende que ao encontrarmos alguém
    para amar nesta vida,
    já o amávamos no passado
    e no futuro,
    e que o presente é apenas
    um momento de reencontro.

    ___________________________________


    Gostaria de convidá-la a visitar o meu outro blog
    www.semvoceeunaoseria.blogspot.com.br

    Nele estou publicando textos inspirados em músicas.
    Projeto de um livro para acordar sentimentos.

    Se puder, escute a música, leia o poema
    e deixe sua valiosa opinião.
    Amigos sabem ler nossas entrelinhas,
    e muitas vezes nos veem melhor do que
    realmente somos.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  4. linda poesia. penso o amor assim também, intenso, entregue!!!! bjs

    http://metamorfosearsemmedo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá meu Ånjo ! Saudades de você! Desejo muitas felicidades,
    nesta data tão especial que é o dia das mães, quero me unir em sua oração,
    para juntos emanarmos o perfume suave de Deus aos corações,
    para assim acalentarmos aqueles que se sentem sozinhos e desesperançados.
    Vamos juntos cada vez mais espalhar este amor do céu!
    Esse amor que a cada dia tem desaparecido de muitos corações ,
    que o sofrimento fez muitas pessoas de coração
    amargos ,e sem esperança.
    Uma abençoado dia das mães a você a mim .
    As mães do mundo inteiro todo meu carinho.
    Um beijão no coração e fica com Deus .
    Um Domingo especial afinal mãe são anjos
    em nossas vidas quer esteja aqui ou morando no céus.
    Evanir**

    ResponderExcluir
  6. Beautiful picture<3!!
    Xx Melle
    Have a nice weekend
    http://melle-loves-fashion.blogspot.de

    ResponderExcluir
  7. Espectacular foto, minha querida!

    Mia é sempre uma leitura agradável e este poema é lindo.

    Um enorme abraço e bom Dia da Mãe,:)

    ResponderExcluir
  8. Fantásticos, minha amiga, o texto e a imagem. Que belo post! Boa semana, fica bem.

    ResponderExcluir
  9. ¡Exquisito, Arco-Ieris!!!

    Es un poma para leer admirar y sentir con el alma en la mano. La imagen es una preciosidad que también ayuda a la inspiración.
    Gracias por tu buen hacer y tu amistad.
    Te dejo un abrazo y mi estima. se muy muy feliz.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia, Frida.
    um poema etéreo falando sobre um tema tão puro assim quanto o amor.
    A grandiosidade dele reflete-se nas metáforas usando elementos da Natureza.
    Lindo.
    Tenha um dia de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, Frida.
    um poema etéreo falando sobre um tema tão puro assim quanto o amor.
    A grandiosidade dele reflete-se nas metáforas usando elementos da Natureza.
    Lindo.
    Tenha um dia de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia, Frida.
    um poema etéreo falando sobre um tema tão puro assim quanto o amor.
    A grandiosidade dele reflete-se nas metáforas usando elementos da Natureza.
    Lindo.
    Tenha um dia de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  13. Olá, o poema é amoroso e lindo, tudo acontece no momento certo, a imagem é maravilhosa.
    AG

    ResponderExcluir
  14. Olá, Frida.
    Tão boa escolha, trazer Mia Couto para falar do amor, esse amor que já era antes de haver vida.
    bj amg

    ResponderExcluir
  15. Por vezes a ansiedade se mostra insuportável.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o poema desse belo homem de letras moçambicano!
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  17. O que dizer de versos de Mia Couto? Melhor aplaudir, apenas. Essa demora é fruto de uma ansiedade dominante. Lindo! Bjs.

    ResponderExcluir
  18. Gosto de sentir esta sensibilidade na escolha de textos e suas ilustrações que sempre inspiram.
    Mia transforma palavras e emoções com toda arte.
    A você querida amiga um belo e bom fim de semana.
    Carinhoso abraço e que esteja muito bem é meu desejo.
    Beijos.
    Desculpe: já no exercício de sua formação acadêmica?
    Espero que sim.

    ResponderExcluir