quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015


"Minha alma é feita de luz e trevas; nada de brumas. Ou faz bom tempo ou há temporal; as temperaturas variáveis são de pouca duração."

(Victoria Ocampo)


9 comentários:

  1. Limbo... Vivo num Limbo, à margem de tudo,
    revolvendo a vida e a morte do caldeirão craniano.
    Depois, com sofreguidão, bebo e vomito.
    O tempo entre o fim ou no início, é tão zero!


    Um belíssimo blog!



    Abraço e obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Também sou bem 8 ou 80..... mas estou -há tempos- tentando mudar, encontrar um "meio-termo".

    Até mais
    =~.^=

    ResponderExcluir
  3. Luz e trevas
    não são dois caminhos.
    É um único caminho
    que se completa
    em nossos labirintos...

    Que ainda haja estrelas em seu coração,
    é o que deseja minha vida para a tua.

    ResponderExcluir
  4. Gostei.
    Opostos dum mesmo ser...................
    bj amg

    ResponderExcluir
  5. Magnífica imagem, querida Frida, e gostei também do pensamento..

    Muitos abraços carinhosos :)

    ResponderExcluir
  6. Linda ilustração como sempre.
    As dualidades desta vida, que as vezes nos parece tão complexa.
    Será?
    Há um intervalo e nele deposito fé e raça.
    Beijo amiga.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, Frida.
    Uma grande verdade.
    Tudo é dual e vivemos nessa dualidade todos os dias em diversas situações vivendo de uma forma intensa.
    O importante é viver cada fase que a vida nos apresenta sem fugirmos a isso.
    Seja alegria ou tristeza temos de viver, torcendo sempre para que os nossos momentos de felicidade sejam infinitamente mais duráveis e cada vez mais raros os de tristeza.
    Tenha uma semana de paz,
    Beijos na alma e linda semana de paz.

    ResponderExcluir
  8. Tenho me sentido exatamente assim...
    Seu blog é lindo Frida, parabéns pelo rico conteúdo!
    Abraço... =)

    ResponderExcluir
  9. Teu blog está lindo! Há muito o q meditar por aqui em teu cantinho de luz! Bjo grande.

    ResponderExcluir