segunda-feira, 12 de janeiro de 2015




Tem palavra que tem cheiro, gosto e cor. Palavra que tem vida própria, escrevi BORBOLETA e ela - a palavra - quase voou.
Tem palavra que faz gesto, que faz cócegas e faz viver. E tem aquelas que te assopram e, como se fizesse parte do vento, você se dissolve e vai para longe, bem longe, sem chance de voltar. Palavras nos tiram coisas e nos devolvem.
Mudam sentimentos, sensações, muda você e mudam a mim. Porque tem palavra que não termina, mesmo quando o que sobra é silêncio... No peito, o eco dela é eterno.

(Camila Heloise)


6 comentários:

  1. As palavras são poderosíssimas!

    Uma linda semana!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. O nosso mundo é um mundo de palavras!
    Há para tudo!
    Saudações poéticas!

    ResponderExcluir
  3. Olá Frida,
    Traz-nos tão bela descrição da palavra.
    A palavra consegue o impensável: ela grita e até cala.
    Adorei ler.

    bj amg

    ResponderExcluir
  4. Muito verdadeiras as palavras de Camila Heloise.
    A verdade é que a "palavra" tem muita força, e, aplicada no lugar e momento certos... pode abalar o mundo...
    FELIZ 2015
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  5. Qual a sua palavra favorita? Vou pensar na minha...

    ResponderExcluir
  6. O mundo maravilhoso das palavras.
    Escrevo alma e sinto a leveza de mim.

    Beijo de paz.

    ResponderExcluir