quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Já és minha. Repousa com teu sonho em meu sonho,
Amor, dor, trabalhos, devem dormir agora.
Gira a noite sobre suas invisíveis rodas,
E junto a mim és pura como âmbar dormindo.

Nenhuma mais, amor, dormirá com meus sonhos,
Irás, iremos juntos pelas águas do tempo.
Nenhuma viajará pela sombra comigo,
Só tu, sempre-viva, sempre sol, sempre lua.

Já tuas mãos abriram os punhos delicados,
E deixaram cair suaves sinais sem rumo,
Teus olhos se fecharam como duas cinzas,

Enquanto eu sigo a água que levas e me leva;
A noite, o mundo, o vento enovelaram seu destino
E já não sou sem ti senão apenas teu sonho.

Pablo Neruda

37 comentários:

  1. Frida.... prazer vir e aqui e (como sempre!) encontrar um poema de Neruda e uma imagem deslumbrante.
    Já nos falamos (eu dono de outro blog!) e gosto muito de vir aqui!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. [ tenho dias assim
    em que
    venero
    a coisa que não tem rumo ]

    beijo

    ResponderExcluir
  3. Incrível o texto de Pablo...;mas suas escolhas de
    imagens à ilustrar "as palavras"
    são sempre acertadas também.

    Fiquei muito feliz que se identificou com minha história
    " A Estranha Síndica". rss
    O ser humano se perde quando lhe dão um cargo onde deve
    comandar as demais pessoas;exemplo disso está aí ;a política...

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. Um prazer renovado ler o o Pablo N.
    Gosto tanto.

    Uma partilha primorosa.

    Beijinhos


    ResponderExcluir
  5. Triste esse soneto, até que a morte os uniu.

    ResponderExcluir
  6. A eternidade do amor tão bem descrita no sonhar dos amantes... Uma preciosidade do Pablo Neruda!
    Sorrisos e estrelas nos teus caminhos,
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, Pablo Neruda no seu melhor, isto é profundo e belo, "Enquanto eu sigo a água que levas e me leva".
    A foto é magica.
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  8. Você não imagina o quanto me fez bem ler Pablo Neruda agora...
    Indescritível!!!!!

    Obrigada!!!

    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  9. Pablo Neuruda, adoro. Tenho livros dele.~
    Desejo que a amiga esteja bem.
    Bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  10. Amo ler Neruda . Adoro a intensidade dos textos dele. E a sua escolha, belíssima! Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Nenhuma mais, amor, dormirá com meus sonhos,
    ------
    Uma promessa!... E, nem sempre as promessas se cumprem.
    ---
    Felicidades
    MANUEL

    ResponderExcluir
  12. Como é prazeroso ler Pablo Neruda! Entramos nos seus versos com emoção. Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Neruda... fantástico! E que bela imagem escolheste! Lindo post, minha amiga; boa semana!

    ResponderExcluir
  14. Uma excelente escolha poética.
    O soneto é brilhante.
    Mas, sedo do Neruda, só podia ser assim...
    Boa semana, querida amiga Frida.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Rectifico:
    Mas, sendo do Neruda, só podia ser assim...

    ResponderExcluir
  16. O grande Pablo sempre me encanta. Cada vez mais...

    Beijo


    ResponderExcluir
  17. Amiga Frida genial!!

    Pablo Neruda era un artista de la poesia..un genio!!

    Gracias por compartir

    Besitos mi niña

    ResponderExcluir
  18. Ai, de doer o coração de tão linda, intensa e delicada. Grata pela partilha. Bj

    ResponderExcluir
  19. Aguardo o próximo post, amiga, e desejo que estejas muito bem! Boa semana.

    ResponderExcluir
  20. Voltei, mas ainda não publicaste de novo...
    Um beijo, querida amiga Frida.

    ResponderExcluir
  21. Olá FRIDA,

    peço licença para humildemente não ousar fazer nenhum comentário sobre este extraordinário e maior poeta da língua castelhana do século XX .

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  22. Uma boa escolha, claro!
    Saudações poéticas para si!

    ResponderExcluir
  23. Como estás, amiga? Bem, espero! Bom resto de semana.

    ResponderExcluir
  24. Amiga, espero que a demora em postar seja por estar passeando pelo mundo da poesia, colhendo mansamente os versos mais bonitos para vir ornamentar o teu cantinho tão aconchegante... Assim espero, meu anjo! E que milhares de sorrisos estejam a enfeitar teu coração e um punhado de douradas estrelas esteja a resplandecer no teu olhar.
    Com carinho,
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  25. Bom dia, Frida
    Depois de uma ausência de, praticamente, dois meses... cá estou de novo pronta para reiniciar a labuta de todos os dias… 
    No meu "voejar" pelos blogs amigos deparo-me, aqui, com o grande Neruda!
    Foi muito bom, este encontro. Fez-me lembrar que está no hora de o reler...

    Bom fim de semana.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  26. Frida Querida.
    Já estava com saudade desse seu magnifico espaço e
    o carinho da sua amizade .
    Sua escolha de poema foi maravilhoso..
    Tenha uma abençoada semana beijos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  27. Coragem
    Coragem
    Coragem
    Tudo é libertação
    Tudo é Tua canção
    Tudo é libertação
    Coragem
    Coragem
    Coragem
    Teu amor age
    Teu amor alcança
    Tudo que é paz
    Kwothinye

    beij0

    ResponderExcluir
  28. Boa semana, minha amiga; tudo bem com você, espero. E aguardo o próximo post. :)

    ResponderExcluir
  29. Foi bom reler neruda, obrigada.


    Minha querida, abraço com todo o carinho :)

    ResponderExcluir
  30. ¡Hola, Arco- Iris!!!

    Me encanta este poema: Sabes darnos lo mejor. Gracias. Neruda nos enseña a soñar.
    Ha sido un inmenso placer pasar por este rincón poético.
    Te dejo besos azules en vuelo.

    ResponderExcluir
  31. Amiga, que bom que as coisas estejam chegando nos lugares. Saudades de ti, mas só volte quando realmente tiveres a condição ideal para estar conosco, pois os amigos querem apenas que estejas bem.
    Sorrisos e estrelas no teu caminhar, com meu carinho,
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  32. OI FRIDA!
    PABLO NERUDA, ESCOLHA MARAVILHOSA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Ah, minha flor, já sentia saudades do mundo dos blos, sobre tudo de vir aqui em teu cantinho, com poemas e fotografias tão ricos em belezas, sabedorias e amor...

    Que seja linda tua noite, cheia de sonhos de olhos abertos e estrelas brilhantes.

    ResponderExcluir
  34. Neruda nos desvenda.
    Belo sempre.
    Abraços

    ResponderExcluir