terça-feira, 29 de julho de 2014

A vida é como o vento, muda constantemente...

Dia 24/7 (quarta -feira) -
 12:35 hs-
Sinto que algo esta estranho, vou ao banheiro, vejo sangue... ligo imediatamente para minha mae que esta em outra cidade...
O dialogo:
- Mae, algo errado esta acontecendo comigo, preciso de vc, por favor...
- O que aconteceu? Acabei de chegar... tenha calma, quem esta perto e pode te ajudar?
-Ninguem, estou so com o P..., tenho medo por ele, caso algo me aconteça...
-Ok... estou voltando, qualquer coisa bata no apto vizinho e peça ajuda, dentro de uma hora e meia estou chegando...
 -16:15 hs-
Entro no consultorio do meu medico, relato o acontecido, quarenta minutos depois saio sem uma posiçao, apenas com um pedido de exame para ser feito para a proxima semana...

Dia 25/7 (quinta-feira)-
Passo o dia bem... os sintomas diminuem...
Noite ... nao me recordo as horas... sinto que estou pior, resolvo esperar amanhecer o dia, nao quero preocupar meus pais... a mais ou menos um mes toda a familia enfrenta um problema serio, nao quero ser mais um problema para eles...


Dia 26/7 - (sexta-feira) -
-9: 30hs-
Ligo  para minha mae, estou triste, apenas digo que piorei e que nao vou mais procurar o medico, vou esperar o exame que esta marcado para a proxima semana...
Ela discorda, diz que tenho que fazer minha parte e que dentro de quinze minutos estaria me pegando para irmos a um hospital...
-10:30 hs-
Dou entrada no pronto-socorro do hospital, caso de emergencia, sou passada na frente das outras pessoas...
-12:22 hs-
Entro no consultorio  quase duas horas depois para ser atendida, mesmo sendo emergencia...
Sou recebida por uma medica sorridente e eficiente... me examina, diz que esta feliz... achou que pelo exame fisico, o quadro diminuiu... pede exames de sangue...
-12:36 hs-
-Coleto o sangue e volto para a emergencia, a medica me libera para almoçar, e recomenda que esteja dentro de duas horas de volta para sabermos o resultado...
-12:46 hs-
 Deixo a emergencia do hospital, vou almoçar com minha mae... dentro de mim um turbilhao de sentimentos... o medo é o maior deles... a intuiçao nunca me falhou...
-13:46 hs-
Retorno a emergencia... e espero...
-14:20 hs-
A medica aparece na salinha e me chama... fixo o olhar no rosto dela... ela sorri feliz... me da uma boa noticia...pelos exames de sangue esta tudo bem... sinto um alivio tao grande...
Mas... ela diz que vai pedir um exame de imagem so para se certificar e para ficarmos mais descansados... concordo...
-16:37 hs-
Entro na sala fria de exame... peço que minha mae me acompanhe, o medico concorda... o exame começa...
Ele vai me explicando... esta tranquilo... de repente ele muda... fica calado... passa um tempo... volta a falar e diz que vizualizou algo, olho para minha mae, ja sabia que realmente algo estava errado...
Ele termina o exame e diz que eu teria que fazer uma cirurgia... me apavoro... ele diz que nao tem muita experiencia nesses casos, que chamaria um colega para fecharem o diagnostico e que talvez eu pudesse me tratar pelo metodo convencional...
-16:57 hs-
O medico que vai me reexaminar entra na sala... dentro de mim um misto de medo e impotencia...
Ele nao me diz nada e começa novamente o exame... calado... em momento algum se dirige a mim... apenas chama o colega e diz: - Confirmado...tratamento cirurgico...
O que me examinou primeiro diz que sente muito ter me dado uma noticia ruim, e me manda retornar a medica...
-17:10 hs-
Entro novamente no consultorio da emergencia, porem a medica sorridente nao esta mais, outra assumiu seu lugar... manda eu me sentar, pega o exame... le, rele e suspira... me pede para esperar que vai conversar com o medico que fez o exame
Ja nao consigo sentir emoçao nenhuma... nada... apenas espero...
Ela retorna... esta um pouco nervosa... torna a ler o exame... nao me dirige a palavra... mexe no computador e diz que vai falar com o medico novamente, e sai...
Retorna, me pareceu mais decidida... diz que o medico afirma ser tratamento cirurgico pq infelizmente ele viu liquido ja se espalhando... mas... que se eu quiser poderiamos tentar o tratamento convencional...
Vira para minha mae e diz que qualquer coisa que eu sentisse retornasse imediatamente... minha mae  pergunta o que pode acontecer... ela diz que posso perder os sentidos de uma hora para outra...
Entro na conversa... nao sei de onde veio minha força e voz... digo a ela que tenho um filho pequeno e que prefiro a cirurgia, nao posso passar mal na presença dele...
Ela me olha bem nos olhos, fica calada um tempo, depois me pergunta:- Vc prefere assim?... respondo que pelo meu filho sim...
Ok, ela diz... vamos tomar todas as providencias...
Pergunto a ela quando seria a cirurgia... ela responde: - Agora...
Entro em panico... e meu filho?... tento um argumento dizendo que ela falou em tratamento convencional... entao eu poderia ter um pouco mais de tempo... ela responde que na verdade nao... que disse aquilo a principio para nao me assustar, por isso disse dos riscos se eu saisse dali, e que sabia que eu iria pelo meu filho, optar pela cirurgia...
Pensei e pensei... perguntei se poderia ir em casa me despedir dele... e a resposta foi que nem para fazer as papeladas da internaçao eu poderia sair... minha mae faria isso... nao poderia mais sair do lado dela...
 -21:00 hs-
Uma medica vem me buscar dizendo que a equipe de cirurgia ja me espera no bloco...
-21:10 hs-
O cirurgiao vem conversar comigo, me explica que sera anestesia geral, pergunto a ele  se pode ser de outro jeito e ele explica em detalhes que a cirurgia sera delicada pelo risco de sangramento, minha mae pergunta qual o tempo da cirurgia, ele diz que durara quatro horas e  que por isso nao pode ser de outro jeito...  e pede que eu assine um papel autorizando o procedimento...
Meu filho nao sai da minha cabeça...
-22:22 hs-
Despeço de minha mae e entro para o bloco... meu coraçao esta angustiado...
Me deitam e começam a amarrar minhas maos... acompanho tudo com os olhos... quando colocam os eletrodos para monitorizaçao, por um instante entro em panico, penso que se morrer como ficaria  meu filho... e se eu nao o ver mais?
Olho fixamente nos olhos azuis do anestesista... viro o rosto e do outro lado vejo o cirurgiao e a medica que o acompanhara na cirurgia... ele olha para mim e sorri... diz que vai dar tudo certo...
Olho de novo para o anestesista... tantos pensamentos se misturam com meu olhar... penso que na parte da manha daquele mesmo dia estava tudo tranquilo, nao sabia o que tinha , nao despedi do meu filho como deveria, pq nao fiz isso?... o anestesista parece entender o que se passa comigo, pq enquanto todos esses pensamentos passavam rapido pela minha cabeça, nao desviava os olhos dos olhos dele... ele se abaixou perto do meu ouvido... passou a mao no meu rosto e disse baixinho: - Fique tranquila... vai dar tudo certo... vamos trazer vc de volta...   e apaguei...


O dia esta amanhecendo, ja é o dia 27/7... vejo minha mae ao meu lado... sinto muito  frio...


Dia 27/7 - (sabado) -
-8:00 hs-
Um enfermeiro entra no quarto, me explica que estarao me monitorando de quinze em quinze minutos... so penso no meu filho...
-11:00 hs-
O medico que fez a cirurgia entra no quarto... é uma pessoa alegre... me pergunta se esta tudo bem... eu devolvo a pergunta... ele me diz que infelizmente  nao pôde fazer nada, ja havia se rompido e o sangue se espalhado ... que a medica do pronto-atendimento salvou minha vida, era questao de horas, a intervençao cirurgica foi na hora certa... mas que eu ficasse calma, que tudo daria certo...
Uma tristeza tao grande me invadiu... estava confiante que seria mais simples...



Alguem disse ou li em algum lugar que somatizamos emoçoes, transferindo-as para o nosso corpo fisico... desde um tempo, um bom tempo, venho vivendo emoçoes fortes e responsabilidades pesadas, entao penso,ainda assim, passando por tudo, ficara sobre os nossos ombros a culpa de termos buscado para o nosso corpo fisico algo que nao queriamos?

Mas... prefiro acreditar que tudo tem que ser como tem que ser... preciso que a vida siga... e confio que vai seguir...


PS: Agradeço de coraçao a todos, um por um, que por aqui passaram e deixaram um recadinho de carinho e consideraçao... muito obrigada mesmo... que a vida lhes devolva em dobro ...

11 comentários:

  1. [ ahh amiga...de olhos marejados. sinta meu abraço de todo meu coração.

    vou rezar muito. muito mesmo pela tua saúde e serenidade

    com confiança e fé.

    um beijo

    ResponderExcluir
  2. [espero que esteja serena.
    rezo pelo teu equilibrio]

    força aí!

    beijo

    ResponderExcluir
  3. Minha doce amiga: fui lendo com muita atenção todo o seu relato e confesso que à medida em que tomava conhecimento de todo o teu sofrimento, da tua dor por não ter se despedido do teu filho, do medo da cirurgia, tudo isto, confesso, tornou-se também um momento muito doloroso para mim, pois bem sei como é sentir-se impotente ante situações como esta em que nada se pode fazer a não ser orar e confiar na competência daqueles que estão com a nossa vida em suas mãos. Já se passaram dias da tua última informação, e tenha a certeza de que todos nós, teus amigos, estamos ansiosos por notícias tuas. Confio que a bondade de Deus esteja te colocando dentro do Seu bondoso coração de Pai, providenciando para que possas ter um pronto restabelecimento e que em breve estejas novamente aqui conosco. Confia sempre em Deus, minha amiga, nunca perca as esperanças!
    Que te acompanhe o carinho de todos nós, teus amigos, e também as nossas orações,
    Helena

    ResponderExcluir
  4. [ paciência e sorrisos ]

    muita luz em teus dias

    beij0

    ResponderExcluir
  5. Acredito que ficarás bem, amiga querida. Acredita: todos nós, teus amigos, estamos torcendo para que assim seja! Dá-nos notícias, sim? Boa semana, fica bem!

    ResponderExcluir
  6. Amanhecer

    Ivone Boechat (autora)

    Levanta a cortina dos teus olhos,
    contempla a maravilha
    do teu o lindo amanhecer,
    a vida é uma criança,
    esperta, bonita, inteligente,
    passa correndo, é preciso ver...
    Acredita, enquanto há tempo:
    não existe dor sem alento
    nem tristeza tão longe da alegria,
    quando a luz de cada dia,
    acende a vida,
    iluminando o amanhecer,
    não vacila, toma posse
    da imensa alegria de viver.

    http://www.escrita.com.br/escrita/leitura.asp?Texto_ID=835

    ResponderExcluir
  7. Que o Criador lhe dê confiança e serenidade...espero sinceramente que o pior tenha passado, e vc esteja bem.
    Fique com os anjos.

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  8. FRIDA,

    fé em DEUS!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  9. Olá Frida!
    Mesmo nos momentos mais difíceis,,, há uma proteção infinita que nos rodeia,
    ainda que não vejamos com olhos físicos.

    Que haja mta luz e paz na sua vida,
    é o que desejo de coração.

    L.Leal

    ResponderExcluir
  10. Ah, que Via Crucis minha amiga, e eu distante deste canto, para irmanar nesta corrente.
    Mas Graças a Deus esta em franca recuperação para a vida que lhe espera.
    Vai tudo ficar bem em cada manhã que se abre aos seus olhos.
    Carinhoso abraço de muita paz e saúde.
    Beijo

    ResponderExcluir