quarta-feira, 4 de junho de 2014


- Sobre os filhos do vento (Os Gitanos)...


Qual é meu nome?
- Esmeralda.
De onde venho?
- Não sei.
O que faço?
- Vivo.
No que acredito?
- Em tudo.
Qual a minha raça?
- Humana.
O que fiz?
- Não, não invadi, não saquei, não expulsei e nem escravizei ninguém.
- Não matei em nome de Deus.
- Nos mataram em nome de Deus.
De onde vim?
- Na inquisição espanhola nossas mulheres foram mortas como bruxas, os homens foram enviados para as galés e suas orelhas cortadas. 

O último refúgio para um perseguido era a igreja. Mas não para o cigano que mesmo dentro da casa de Deus, não encontrou abrigo. 
No holocausto não somos nem citados, mas 500 mil ciganos foram mortos. No julgamento de Nuremberg nenhum cigano foi chamado para falar da nossa dor. Entendemos que isto não foi obra de Deus e sim dos homens, que na sua ganância pelo poder deturparam a palavra de Deus. 
 

( Peça teatral cigana, em um ato - Blog Conversas sobre o Povo Cigano!)

PS: o Nome Nuno foi trocado por Esmeralda...




33 comentários:

  1. Boa tarde,
    pala primeira vez consigo ler "sou de raça humana" sempre li e ouvi falar erradamente na raça preta, branca, vermelha e amarela, raça só existe uma.
    Conheço a origem cigana e o seu percurso pelo mundo, na verdade os mesmos sempre foram esquecidos e marginalizados, os próprios ao longo da sua historia, protegendo-se atrás da sua cultura, tem contribuído para a sua própria marginalização e esquecimento.
    Dia feliz
    ag
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Q bonito, amiga! Triste é constatar que vez por outra ainda tentam reacender fogueiras - vide Marcos Feliciano...

    Bjs...

    ResponderExcluir
  3. A jovem da foto é uma beleza!

    O nome Esmeralda fez-me lembrar "Notre Dame de Paris" e Quasimodo.

    O que me choca é o auto designado "povo eleito" não ter uma só palavra de memória para com as outras vítimas da perseguição nazi, a sério!

    Recomendei no Google.

    Minha querida, convido-a a ir até ao "SÃO" ,

    Abraço solidário

    ResponderExcluir
  4. Essa é mais uma das máculas deixadas pela história. Muitos foram os esquecidos, infelizmente. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Admiro a Errância. Por admirá-la, admiro este povo.
    Salve!

    ResponderExcluir
  6. Cada manhã dá luz a um novo dia,
    mas é você quem faz nascer a alegria.
    Você é minha alegria.
    Não tenho feito as constantes visitas,
    que sempre fazia.
    Já tinha serios problemas para digitar
    depois dos últimos acontecimentos
    comigo só resta visitar a todos
    levar minha mensagem de amor.
    Obrigada por nunca esquecer que viajamos
    juntos a longo tempo.
    E que nossa viagem nunca vai ter fim.
    Porque a vida já é uma linda e infinita Viagem.
    Que Jesus abençoe vc sua família
    nesse final de semana (e sempre) uma vida feliz.
    Beijos no coração afagos na sua alma linda
    e pura.
    Evanir.
    De onde vim para onde Vou!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Quero informar as minhas gentis comentadoras e simpáticos comentadores que, contra o que me é habitual, irei responder a todos os comentários aqui neste espaço, a partir do post anterior.

    Peço por isso o favor, a quem me comentou lá, o favor de ir ver a minha resposta/agradecimento. A primeira a quem responderei será a Maria, do blog A PRÓXIMA CURVA.

    Obs. Veja o meu último post, do dia 05/06.
    Um beijo do Miguel

    ResponderExcluir
  8. Os ciganos foram e ainda são perseguidos.
    E, na melhor das hipóteses, são ignorados e marginalizados.
    Fizeste um excelente post. Gostei.
    Desejo que tenhas um bom fim de semana.
    Beijo, querida amiga Frida.

    ResponderExcluir
  9. Querida amiga

    Palavras para refletir...
    O humano...
    As atitudes...
    Deus...
    O verdadeiro Deus...


    São belas
    as palavras
    que nos acariciam
    o coração...

    Obrigado por semear o belo
    em um mundo tão carente
    de sentimentos bons.

    ResponderExcluir
  10. É só para te agradecer; deixar-te um beijinho e dizer-te que muito em breve voltarei!
    :)))

    ResponderExcluir
  11. AMEI isso! :)

    Também -Tão feliz que você deixou-me uma mensagem;obrigadão.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Infelizmente há muitos grupos de pessoas que nao sao respeitadas por serem que são. Esquecem que apesar de unicos, Deus nos fizeste,todos iguais e que Ele não faz acepção de pessoas e quem é o ser humano para fazer, não é verdade?

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Realmente, amiga, esta é mais uma perseguição que vem atravessando os séculos. Mas eu continuo acreditando que, um dia, perceberemos que somos todos irmãos! Belo post, boa semana.

    ResponderExcluir
  14. FRIDA,

    preconceitos são eternos, tanto quanto os diamantes e sempre que, as suas origens não sejam resolvidas através da consciência de que somos todos filhos do mesmo PAI, origem comum que, deveria desestimular qualquer forma destas hediondas segregações.

    Porém, existiram e continuam existindo, pois, com toda a certeza continuamos a não saber o que estamos fazendo.

    Lamentável, esta perda e de todas as outras, em nome simplesmente de uma discriminação odiosa e sem fundamentos.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  15. Mi querida amiga

    Me es grato visitarte y leerte!!! Te deseo que tengas una linda semana

    Con cariño Victoria

    ResponderExcluir
  16. O preconceito retrata a ignorância de um povo, não temos raças...somos todos humanos, filhos da mesma fonte, mas um dia nasceremos diante de um sol que iluminará aos corações de seres gentis, todos se reconhecerão como irmãos...

    Ghost e Bindi

    ResponderExcluir
  17. Que importa a etnia perante a imensidade de se ser humano, pessoa?

    Linda reflexão.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. O que pode e faz a mente humana, que nos deixa deprimido.
    Ela pode destruir e causar danos irreversíveis.
    Uma ótima partilha amiga.
    Boa semana com muita paz e alegria.
    Beijo

    ResponderExcluir
  19. Amiga, retornando ao convívio dos amigos blogueiros, trazendo no peito muita saudade, principalmente de recantos como o teu, onde a sensibilidade se faz presente em belos textos, doces versos, e delicadas imagens. Os ciganos sempre foram um povo marginalizado, apesar da beleza de sua cultura e da força de sua tradição. Uma postagem rica de significados e incontestáveis verdades.
    Deixo-te meu carinho no sorriso de lindos anjos que estão a brincar entre as estrelas,
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  20. Interlúdio


    As palavras estão muito ditas
    e o mundo muito pensado.
    Fico ao teu lado.

    Não me digas que há futuro
    nem passado.
    Deixa o presente — claro muro
    sem coisas escritas.

    Deixa o presente. Não fales,
    Não me expliques o presente,
    pois é tudo demasiado.

    Em águas de eternamente,
    o cometa dos meus males
    afunda, desarvorado.

    Fico ao teu lado.

    Cecília Meireles


    beij0

    ResponderExcluir
  21. E um facto inegável, a existência, mesmo na actualidade, de um grande preconceito, muita intolerância e, mesmo, racismo e etnocentrismo para com o povo cigano. O excerto da peça teatral patenteia esse sentimento, do ponto de vista da vítima, de quem é marginalizado, magoado, violentado. Creio que começa muito pela tradição cultural e popular, que rotula, aceita e difunde a utilização de expressões depreciativas com a palavra «cigano».
    Cabe a cada um de nós, de ambas as partes, fomentar o respeito mútuo para diminuir o fosso. Lógico que existirão sempre pessoas menos boas, de ambas as partes, mas acredito que teremos muito a ganhar e aprender com a aceitação e respeito recíprocos.
    Confesso que, os ciganos com quem convivi, por várias razões ou motivos, sempre foram muito acessíveis e cordiais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao reler o comentário, fiquei com a sensação de que poderá parecer um pouco hermético. Utilizo a expressão «cigano» sem preconceito (É inquestionável que são seres humanos!). Nutro uma grande admiração e fascínio pelo povo e sua cultura.

      Excluir
  22. Olá
    Passei aqui para conhecer o seu espaço..
    Belo texto, traz uma mensagem interessante.. Sempre tive curiosidade a respeito dos ciganos.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  23. Olá minha querida amiga, desejo que esteja em paz e bem.
    Deixo a voce meu carinhoso abraço de muita paz.
    Beijo de paz e luz.

    ResponderExcluir
  24. Estou passando para semear amor
    é tudo que sei fazer ,
    e tudo que posso fazer de melhor na minha vida.
    È semeando amor que cultivo amizade ..
    È semeando amor que encontraremos
    a paz tão sonhada
    Deus abençoe seu Domingo
    beijos e meu eterno carinho.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  25. A história que aprendemos, é apenas a que está escrita, cabe a nós usarmos o bom senso e decidirmos, depois das provas escolares, se acreditamos ou não em tudo.
    É interessante como o nome de Deus sempre foi utilizado em fatos históricos arbitrários, como escudo de “soluções” sociais, mas que satisfazem apenas interesses políticos.
    Gostei do texto, bem legal.

    ResponderExcluir
  26. Voltei, mas ainda não publicaste... eu espero...
    Tem um bom domingo e uma boa semana, querida amiga Frida.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Somos todos Pessoas... a raça, a cor da pele, a orientação sexual e tudo o mais, são pormenores...

    Muito bom...

    beijo amigo

    ResponderExcluir
  28. Espero que estejas bem e aguardo o novo post, amiga. Boa semana!

    ResponderExcluir
  29. A expressão Gitana só me faz recordar do poeta Federico Garcia Lorca.
    Sigamos, querida.

    ResponderExcluir
  30. Portanto, depreendo que os filhos do vento são os ciganos, certo ?

    Beijos !

    ResponderExcluir
  31. Há muitas dores caladas sob a voz da igreja. E ainda querem perdoar-nos os pecados.
    Bom dia, Frida!

    ResponderExcluir