terça-feira, 29 de abril de 2014



«Por vezes ouvia música. Só ela ouvia música; aliás, era ela que escolhia, mentalmente, as músicas que ouvia, ouvia secretamente essas músicas. E dançava com essas músicas; dançava com os olhos, com movimentos de cabeça, com os braços. Podia estar a ouvir pessoas e estar, ao mesmo tempo, a dançar essas músicas. Dançava; às vezes, por dentro de si mesma.»

 (Baptista Bastos)


11 comentários:

  1. Bom dia, Frida. Esta dança é muito sensual, suave e difícil!

    ResponderExcluir
  2. [que a gravidade nos tragam pro chão...]


    ResponderExcluir
  3. Gosto muito de Baptista Bastos e gosto deste texto.
    Há pessoas que sentem e escrevem maravilhosamente. É um dom.
    Desejo que esteja bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  4. Boa noite,

    Tem a música o poder
    De tornar o homem feliz;
    Nem há quem saiba dizer
    Tanto quanto ela nos diz.
    António Aleixo - Poeta Popular

    Abraço
    ag

    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. O que quer e pode nossa mente é uma maravilha.
    Ouça a canção e deixe que seu corpo levite.
    Linda semana amiga.
    Carinhoso abraço.
    Beijo de paz.

    ResponderExcluir
  6. E a música é intrinseca ao ser humanao.

    Dancemos sempre que ela nos chame.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. sorry mas esta foto magnetizou meus desejos e nem li o texto...

    ResponderExcluir
  8. Tenho imensa pena de nunca ter aprendido a dançar...
    :(((

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde,
    desejo-lhe um resto de feriado feliz, agradeço a sua visita ás minhas fotos, obrigado.
    ag

    ResponderExcluir
  10. Olá, linda!

    A foto é belissima e ilustra muito bem o texto de Baptista-Bastos, que foi agradável encontrar aqui

    Abraço com carinho, minha querida

    ResponderExcluir