quinta-feira, 30 de janeiro de 2014


"Se num dia desses eu encontrar o que eu procuro,
nesses caminhos tão avessos,
talvez eu não precise das palavras.
E então serei eu, de frente pro espelho,
sem medo de ser quem me olha de volta."
(Veronica Heiss)





4 comentários:

  1. Acho que o maior problema de todos, é quando a gente nem sabe o que procura.
    Bom dia! Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela presença e comentário na minha «CASA».
    Espero que volte.

    A maior dificuldade, muitas vezes, é saber o que realmente queremos encontrar.
    E, quando o encontramos, não gostamos do que vemos... ou do que o espelho nos mostra!

    ResponderExcluir
  3. A Eterna Pergunta «Quem SOU Eu, oh Espelho? Quem é a mais bela entre as minhas supostas personalidades? Qual é a que tem mais força e audácia de se revelar e dizer, eu sou o teu espelho? Quem é que não me foge? De quem fujo eu, para o espelho virar a cara?»... Neste jogo de espelhos, não há príncipes e não podem existirem, é um dialogo mudo entre a própria natureza e o Si-mesmo interno... quem nos carrega pela Vida Inteira, somos nós mesmos... ninguém carrega o nosso corpo, as horas cortadas à pele... ninguém vive a emoção da dor e da alegria por nós!!! Se o espelho se revelar, a Paixão será inevitável, a não ser que a sua pele seja uma Luciferiana, e não cede a um/a ''Deus/a'' maior e mais belo/a!!!

    Grata por ter-me concedido esta inspiração. num voo rente de palavras...

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga

    Tomaras
    que encontres
    este objetivo
    e assim,
    celebres a vida,
    com toda a intensidade
    que a mesma anseia
    e merece...

    Ser feliz,
    é deixar-se engravidar
    pela simplicidade da alegria.

    ResponderExcluir