sábado, 11 de janeiro de 2014


"O vento da vida é inconstante, numa hora é brisa, em outra vendaval... 
Estou exatamente no olho do furacão... 
Mas quem tem o vento no sangue não tem medo de tempestade."
  
(Karla Dias)


"Ciganos, eles se movem como o sol e lua. São nômades. Ou, antes, são como as ondas, estão em toda a parte. Chegam e partem rápido. Parecem o vento. Num momento estão aqui, no outro, sumiram. Numa lufada, deixam traços indelevéis de sua passagem no eco de sua música, no relinchar de seus cavalos, no sorriso de suas mulheres. Não, não são como o vento, são os filhos do vento!"


 Adoro o vento... adoro ficar quietinha enquanto ouço ele uivando la fora, tudo pode estar fora do lugar, mas quando venta eu fico em paz... esta no meu sangue... o vento vive em mim...



6 comentários:

  1. Bom dia

    Concordo na íntegra...e as ciganas são mulheres lindas...claro que as outras também

    Bom fim de semana
    Cumprimentos
    ****************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Já hoje comentei que não sou amante de vento. Leva-me os pensamentos, deixa-me os vazios...

    Beijinho

    ResponderExcluir
  3. Ah, Amiga, eu também tenho lá meu encanto com o vento e lhe ouço a canção.
    Inclusive estou terminando uma inspiração onde eles se fazem presente.
    Lindos pensamentos à cerca da vida dos ciganos no exercício da liberdade de frente para o vento.
    Um carinhoso abraço.
    Beijo de paz e luz.

    ResponderExcluir
  4. Dera ser Vento. O próprio Vento. O Vento nunca se perde. Ele adapta-se a tudo. Molda as paredes, atravessa as árvores... se voarmos com ele, nada se perde.
    Queria Ser Vento, e viver pendurada no Tecto do Mundo, e nunca cair... porque seria o vento!

    Gostei.
    Abrç

    ResponderExcluir
  5. Creio que é necessário compreender o vento que há em cada um nós e pararmos para olhar para outros ventos, ainda que diferentes, e respeitá-los. Ser vento que respeita o vento.
    Gosto!

    ResponderExcluir
  6. Ventos... quantos são aqueles que passam as nossas vidas! Mas o bom é que, ainda que nada nos tragam, ao menos nos afagam os cabelos! :) Belo texto, boa semana.

    ResponderExcluir