domingo, 5 de janeiro de 2014

Entao o ano virou e ca estamos nos outra vez... ainda bem né?

Tenho lido por ai tantas promessas, metas e desejos para este ano... acho que todos tem desejos que se parecem com os de todo mundo... e quase sempre sao os mesmos de todo principio de ano...
Mas na  verdade a passagem de um ano é apenas uma invençao humana para contagem da idade ou para marcar fatos e  acontecimentos (penso assim), apenas uma forma saudosista de dizer que no ano de 1900 e bla bla bla a pessoa era mais feliz... ou... quando tinha tal idade viajou para tal lugar... nao é nada mais do que isso... pq o querer, os desejos, tem que ser sentido a cada dia...  ja pensou a pessoa que espera para querer, para desejar coisas com toda força em  apenas um dia do ano?

Bom... eu nao tenho essas ideias de metas e promessas... mas... relacionado a mim quero ter sempre comigo a menina que um dia eu fui, quero recuperar essa menina (esse ano que passou ela andou ausente), quero deixar que ela brinque comigo, que ela divida com a mulher adulta boa parte de mim, nao quero nunca mais tranca-la em um lugar escondido e fingir que ela nao existe mais, achando que assim superaria as dificuldades que a vida me impos... ate consegui... mas sem a menina que sou, foi muito mais dificil e doído...

E para todas as outras pessoas de um modo geral, gostaria que reclamassem menos da vida e dos outros  e ajudassem mais (quando pudessem ou achassem necessario), mas que tivessem essa consciencia de que um ajudando o outro é bem mais facil viver e conviver... mas... contudo e todavia, quem nao quiser ajudar, entao que pelo menos nao atrapalhe, geralmente quem nao ajuda, gosta de atrapalhar...

Tbm desejaria que cada um cuidasse mais da sua vida e falasse menos da vida dos outros, esse negocio de preconceito por opçao sexual  ou de qualquer outro tipo, o bullying, rotular o individuo por raça, cor, cultura, status social,  nao é legal... cada um é o que é, cada um é o que pode ser... mas... para as pessoas que gostam de rotulos, que tem uma auto-estima tao boa que se acham melhores que os outros, eu proporia um acordo que acho justo... querem falar de Sicrano ou de Beltrano? Acham que eles nao sao boas pessoas por nao se adequarem ao que a sociedade julga ser o "certo"?... entao que paguem as contas deles uai... pq so  podemos dar palpites naquilo em que tbm damos nossa contribuiçao...
E inclusive no meu caso... quem quisesse falar de mim, eu  adoraria que pagasse minhas contas tbm, ainda mais agora no principio do ano com tantos impostos cobrados...

Acho que é isso... o inteligente mesmo é nao dar tanta importancia a uma simples troca de ano, mas tentar melhorar a si mesmo constantemente...
Pq como diz a musica...  "Todo dia nasce novo em cada amanhecer"...









6 comentários:

  1. Nunca deixes de ser menina, de brincar com ela. E também sou contra rótulos ou julgamentos apressados. A vida é demasiado bela e curta para a podermos desperdiçar com coisas de somenos importância.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Frida!

    Que inteligente reflexão e recado!
    Isso mesmo. Cada um sabe/fala de si, e Deus sabe/fala de todos.

    É PRECISO RENASCERMOS, INTERIORMENTE, A CADA DIA.

    Beijos, com muito carinho.♥♥♥

    ResponderExcluir
  3. Oi, querida!

    Deixa eu explicar os corações, ou melhor, o seu significado, publicamente.

    O primeiro, é o de DEUS, o segundo é o de você e o terceiro é o meu.

    Boa semana.

    Beijossssssssssss.

    ResponderExcluir
  4. Primeiramente bom lhe ver de volta por aqui e assim seguirmos a viagem com mesma sintonia.
    Há mesmo esta criança que nos acompanha pela vida e muitas vezes nos esquecemos dela e aí vem o adulto com todas suas mazelas aqui relatadas e nos reaver esta criança, que nos acolhe e nos conforta e ensina a reagir e seguir.
    Ano bom será mesmo deste tamanho muito bem colocado por voce.
    Então seja bem vinda querida amiga.
    Uma linda semana de paz e muita luz a voce.
    Meu terno abraço.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Essa menina faz tanta falta! Com ela sorrimos mais e conseguimos, na simplicidade, ver e sentir o belo.
    Realmente, a cada dia podemos fazer ou renovar planos, sem necessidade de um novo ano para isso. Bjs.

    ResponderExcluir