terça-feira, 30 de abril de 2013





Veja como o tempo passa rapido... ontem ainda era dia, hj entardeceu e sinto que o anoitecer esta muito proximo em minha vida... se aproxima aquela hora em que os nossos  anjos se revelam para nos... eu o vejo, ele esta ao meu lado e espera paciente...
Fecho os olhos, tento me lembrar, mas... nao sei ao certo mais quantos anos tenho... contei e recontei... na ultima conta estava perto dos cento e vinte, eu acho... talvez um pouco mais... na minha frente como em um filme vejo passar todas as vidas que vivi... elas rodopiam em minha cabeça alternando cenas e pessoas... agorinha mesmo, bem aqui, meu avo brincava com meus cabelos enquanto minha avo sorria... um sorriso lindo de paz... toquei-a, foi um toque macio... nao entendo pq as pessoas dizem que nao se consegue tocar nos mortos, que nossas maos atravessam suas maos... entao pensei:  sera que tudo é tao continuo que nada muda?
Tenho estado cansada , muito cansada meu anjo... quando olho para vc ... vc devolve o olhar, com um olhar que diz que me entende e continua ao meu lado esperando a hora certa...
As vezes tenho medo, mas em seguida me abandono no fluxo dos pensamentos que giram... e eu estou ali... um pouco mais e estou la... ainda mais um pouco e voltei mil anos... mil anos que pareciam ontem... e assim a vida e a morte se confundem...
Fico quieta... observando essa força que se move tao rapidamente como o vento, mas que ninguem  ve... talvez so os que estao cansados como eu... e assim como o anjo... eu espero a chegada do anoitecer...

sábado, 27 de abril de 2013


 
O que você disse?
 
Prepare um belo discurso. Gaste suas melhores palavras. Utilize todos os seus argumentos. Eu não consigo ouvir o que você diz.

Mais do que na força das palavras, eu acredito no poder das atitudes. Na grandeza dos gestos. Nas sutilezas das ações. Guarde seus dizeres para utilizá-los depois que fizer. Eles serão apenas um complemento.

Haja o que houver, aja.

Palavras quando não andam sincronizadas com nossos pés, não chegam a lugar algum. Não dizem absolutamente nada.

É na coerência das ações que a gente se encontra e o outro nos reconhece.
Ninguém pode viver preso em um discurso.

Ou seja,


Seja!
 
( Fernanda Gaona ) 
 
 

sábado, 20 de abril de 2013




Por anos e anos a fio sonhei que estava caindo. Queda livre de um lugar indefinido, um vôo que não era vôo e que não tinha fim. Depois, por outros anos, sonhei com tsunamis. Enormes ondas que vinham do nada, enquanto olhávamos abismados, eu e quem mais estivesse comigo no sonho, aquela coisa gigantesca vindo em nossa direção. Assim como a queda, a onda vinha mas não chegava nunca. Agonia sem fim. O que será que Freud diria desses sonhos recorrentes? Nos últimos tempos não lembro dos meus sonhos. Sei que sonho porquê dizem que todo mundo quando dorme sonha, mas quase nunca lembro. Um mergulho em zonas desconhecidas que não me deixam lembrança. Sensação de estar caindo, medo do que virá, e o vazio.
Em certos momentos acho viver muito parecido com sonhar sonhos estranhos, uma coisa difícil, contrário de tudo que meu lado cor de rosa crê. Não sei me relacionar com as pessoas direito, pessoas são minha queda, meu medo, meu vazio. Não fui talhada para as convivências.Ou fui, e não entendi nada. Não que eu não goste de gente, o que ocorre é que eu não entendo nada de gente. Quanto mais o tempo passa, maior em mim é essa convicção. Tenho evitado as pessoas. Conviver me magoa. Estar perto da imprevisibilidade das reações humanas me faz lembrar do sonho em que caio, em que temo, em que saio vazia e perdida no meio de coisa nenhuma. Parece amargo? De fato, é um pouco amargo. Olhar-se de frente nem sempre é uma surpresa de fazer alvorecer o coração. Tem vez que vira breu. Sei que de um lado existem as sete ou oito maravilhas do existir, mas não consigo ignorar o outro, a escuridão do existir. E no meio disso uma fina estrada de pedras por onde ando, equilibrando-me em passos incertos, em olhos cansados que precisam ficar abertos mas teimam no conforto de fechados ficarem. Viver de verdade e de perto às pessoas é o vinho mais saboroso degustado em goles gulosos e garrafas largadas pelo caminho em meio a risos, festa, e algo mais que não compreendo.
Sou fraca pra bebidas. Sou fraca pra gente. Sou fraca pra viver.

(Be Lins)



segunda-feira, 15 de abril de 2013





 _ Que você tem , Amor?

_ Nada, eu não tenho nada...
só tenho a partitura daquela velha canção
e uns trocados no bolso pra comprar cotidiano.
Vai querer casar comigo, mesmo assim?

_ O que você acha?

( Be lins )

domingo, 14 de abril de 2013

Quebra-Cabeça

 

 

Só ficava mais tranqüila porque, assim, de longe, ninguém percebia, nessa distância, ela era figura inteira, paisagem, quebra-cabeça montado, idêntica ao desenho da caixa.
Só ficava mais tranqüila por saber que ninguém chegava tão perto a ponto de descobrir.
Agradecia ao vício dos olhos dos outros que, de longe, formava a figura inteira, mais tranqüila só por isso,  por saber que, nessa distância, ninguém nunca veria que era incompleta, que faltava uma pequena peça bem no meio de tudo.

( Eduardo Bas


segunda-feira, 8 de abril de 2013





Sou mestre na arte de falar em silêncio. Toda a minha vida falei calando-me e vivi em mim mesmo tragédias inteiras sem pronunciar uma palavra.

( Dostoyevsky )





sábado, 6 de abril de 2013

Mais uma etapa vencida... ontem foi um dia especial... agradeço aos ceus... aos amigos desse plano fisico e aos espirituais, foi uma etapa tao bem vencida, que agora conseguimos  mais cinco meses...
Estava muito emocionada  vendo os depoimentos da comunidade , e tbm as historias de alguns blogs que sigo aqui...eu costumava dizer que o cancer é uma doença devastadora, hj penso que qualquer doença é devastadora, desde a puramente emocional, quanto a fisica... mas o cancer traz consigo um estigma mais pesado... muitos ainda tem receio de pronunciar a propria palavra... inclusive temos que esconder a doença de alguns familiares, por varias questoes...
Essa doença viveu durante muitos anos em uma completa escuridao...hj ela começa finalmente a ver a luz, infelizmente nem todos podem se beneficiar dessa luz e muitos ficam pelo caminho... mas de qualquer modo hj pode-se dar ao paciente uma qualidade de sobrevida bem maior e melhor... e os que nos ajudam nesse processo sao fundamentais... ou no processo de cura ou de alento, para que se consiga passar por tudo... e eu como muitos, ou como todos, sei dessa importancia...
Esse post é de reconhecimento mesmo... reconhecimento pela ajuda de tantas pessoas que seguraram conosco essa barra ate essa etapa, quando conseguimos enfim respirar um pouquinho mais aliviados, e com certeza cada pedacinho que conquistamos, pode parecer bobagem aos olhos de quem pode ter a cura total dessa doença, mas mesmo para nos que a medicina ainda nao descobriu a cura, é algo imenso, que sei que relatando aqui so vai entender quem passa pelo mesmo problema...
Entao... esse post é de reconhecimento e para tentar ajudar quem esta començando essa batalha, onde vao se deparar com muita dor sim, mas tbm com muita solidariedade... afinal como nos disse um medico: "o cancer é uma doença democratica... que nao escolhe cor... idade... sexo... nem posiçao social... acomete a todos...  esta na sua casa, mas amanha pode estar na minha ou na de um familiar meu"...


Quem pode ajudar:

- http://www.facebook.com/groups/linfoma/...  essa comunidade é um grupo fechado mas de uma ajuda essencial...

- http://www.abrale.org.br/...   a Abrale é uma associaçao de linfoma e leucemia, que é o nosso caso especifico, que ajuda de todas as formas o paciente... mas tbm pode ajudar com informaçoes caso a doença nao seja essa...

- http://eupaciente.com.br/...  a pessoa cadastra a doença e faz acompanhamentos de sintomas diarios compartilhando experiencias...

E como se diz na Abrale...  100% de esforço Onde houver 1% de chance

Tbm queria dizer que é  preciso que as pessoas se conscientizem da importancia da doaçao de orgaos, de medula, de sangue... realmente pode salvar vidas esse ato de amor...





E essa musica em especial é para meus dois amigos que estiveram comigo o tempo todo... amor é apenas uma palavra que nao consegue expressar a extensao do sentimento  que tenho por vcs  ... fazemos parte de um mesmo grupo reencarnatorio, estamos juntos agora, estaremos juntos sempre...



 "Amigo que é amigo quando ve o outro sofrer , sofre junto, vive junto a dor"
 ( Adriana )

"Quando eu nao soube compreender a vida, tu vieste compreender por mim, quando os meus olhos nao podiam ver, tua mao segura me ajudou a andar"







quinta-feira, 4 de abril de 2013






Quer saber? Pouco importa o que dizem ou o que pensam sobre você, sobre as suas escolhas; sobre os seus sentimentos. Há opiniões espalhadas por todos os lados. Há gente rabiscando as paredes da vida alheia, com aquilo que pensa que sabe, todos os dias. O conhecimento humano é limitado, mas a ignorância não. Há quem desconheça por falta de oportunidade. Há quem faça questão de ignorar por conveniência. Há os que dizem sobre o que não sabem. Há os que não sabem o que dizem. Ouça. Filtre. Perdoe e continue: A fé – sob todas as formas e aspectos - é um escudo contra os maldizentes. E a coragem de continuar, um jeito de tomar impulso e aumentar a distância que os separa de você. 

Não importa a quantidade de derrotas. Não importa a profundidade de cada corte, nem o tamanho das cicatrizes. O que importa é que a vida sempre me recupera.
                 
 (Erica Gaião) 


É...a vida democraticamente sempre  recupera  a todos...






terça-feira, 2 de abril de 2013

Renascimento...



Salve os ciganos que estao pelo mundo... todos os ciganos... por todo o mundo...
Salve os homens ciganos... fortes...
Salve as mulheres ciganas... belas...
Salve as crianças ciganas... doces...
Salve o povo que nao pede passagem...  apenas passa... caminha... vai... pacificamente... tranquilamente...
em paz com os outros povos...
Um povo que a milenios anda por sobre essa terra cumprindo seu destino...
Um povo forte...  que tal como a  Fenix... renasce das cinzas sempre... e voa... e torna a voar... e torna a  voar...



segunda-feira, 1 de abril de 2013

.

Não há como resistir à uma estória
onde o afeto faz a narração:

_ queremos ser despertados para o amor,
ainda que a fala seja alheia...

(Postado originalmente por Be Lins)


Entao mesmo que a fala e a estoria seja a alheia...  a partir de agora falemos de amor...


(1) - Sempre existe no mundo uma pessoa que espera a outra, seja no meio de um deserto, seja no meio das grandes cidades.
E quando estas pessoas se cruzam, e seus olhos se encontram, todo o passado e todo o futuro perde qualquer importância, e só existe aquele momento.

( Paulo Coelho, O Alquimista.)

(2) - E quando você deita a cabeça sobre o meu peito e me envolve com seus braços, eu sinto o coração se aquecer. Parece que vai saltar de mim, num ritmo muito mais acelerado. Eu pouso minha mão em seu rosto, e faço carinho de leve em seu cabelo de fios negros e macios. E mesmo quando nada parece fazer qualquer sentido mais, do seu lado, tudo fica bem.

(Jessica Doni)

(3) - Eu vou beijando cada pedaço ao alcance dos meus lábios, inspirado, pode ser a última vez. As coxas, a virilha, o umbigo, os seios, as axilas, a boca. A boca. Principalmente a boca. Como se eu quisesse imprimir à tinta as digitais dos meus lábios nos dela, para que ela nunca mais pudesse negar que eu estive por ali.

( Gabito Nunes )


E o (4) respira amor...   e o (5) exala amor...   e o (6) transpira amor...e o (7) é a propria essencia do ser humano...o amor...

E assim o amor continua ate onde vai os numeros e as combinaçoes alfa-numericas... sempre...




( Postado ao som de - 93 Million Miles - Jason Mraz)