segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Tenho pensado que a pior coisa do mundo é não ter o poder de ajudar... não existe nada mais angustiante do que isso... ver uma pessoa sofrer com dores e não poder fazer nada...
Me pergunto constantemente: e aí , tudo que sei não serve para nada? Não... não serve...
A única coisa que se pode fazer é medicar e pedir baixinho fervorosamente que passe, que dê certo... e repetir para pessoa:  vai passar... vai passar, aguenta firme que vai passar...
Mas... nada  nada  nada... é mais desesperador  do que isso...


"A gente carrega dentro do peito todos os sonhos do mundo. Isso é tão bonito, tão encantador, tão cheio de esperança. Acho que é isso: precisamos da esperança, precisamos acreditar naquela fagulha que fica lá dentro dando a entender que tudo vai clarear, clarear, clarear."
[Clarissa Corrêa]


Senhor, não te peço que me encurtes o caminho...
mas venha comigo, conversando!


8 comentários:

  1. Há dores insuportáveis e somos meros humanos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. A impotência perante certos momentos é doloroso. Dói como a dor...

    Beijinho

    ResponderExcluir
  3. Os sonhos é que nos alimenta,
    nos faz acreditar sempre que tudo é possível.
    boa semana
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Tu és tão LINDA, interna e externamente!

    Dói, sei que te dói, aliás a imagem que encima o texto escolhido por ti, demonstra isso mesmo, mas DEUS NÃO DORME, minha querida, apenas, por vezes, se "atrasa".

    Gosto que postes muitas vezes, porque abres teu coração aqui e fazes sair as palavras que te azucrinam os ouvidos e o coração.

    Como eu te compreendo! Estás assistindo/vendo um "incêndio" em todas as frentes e não sabes, não podes combatê-lo. Que impotente te sentes!

    Tenho rezado muito por ti, por vocês, mas satanás anda por aí, e é muito poderoso, também, mas um dia será definitivamente vencido.

    O TEU DEUS E O MEU SÃO "DEUSES" DE AMOR E NÃO DE INFORTÚNIO, por isso, ele irá sempre te acompanhando e conversando contigo, preparando-te para a etapa decisiva, a CURA.

    Lindo dia e boa semana, e transforma a dor em muito, muito amor ao outro.

    Pedrinho, está bem?

    Beijos e um abraço imenso e sincero de sua amiga Luz.

    ResponderExcluir
  5. Belo texto, Arco-Íris, e bela imagem! Mas, ainda que essa tristeza nos invada sim, a solidariedade de um abraço tem o poder de mitigar o sofrimento, acredita! Boa semana, amiga.

    ResponderExcluir
  6. Na verdade.

    Há dias que me doi tudo
    Resistir é um desafio
    é o que me diz o Dique
    que se recusa a ser cão

    ResponderExcluir
  7. Sei como é doloroso querer retirar de alguém as dores que acometem o corpo, ver que os medicamentos pouco (ou nenhum) efeito fazem, principalmente num histórico de câncer que ainda é uma doença que martiriza a quem sofre e a quem assiste, deixa-nos num estado lastimável pelo pouco (ou nada) que podemos fazer, a não ser mesmo palavras de conforto que, muitas vezes, não bastam.
    Só mesmo a força interior, a esperança, a fé, pode nos conduzir pelos caminhos mais tortuosos.
    "Senhor, não te peço que me encurtes o caminho...
    mas venha comigo, conversando!"
    Uma oração? Versos de um poema? Suplicante pedido?
    Acho que engloba tudo isto! E como são palavras que confortam a alma, podem e devem ser constantemente repetidas, pois na certa também fazem bem ao coração de Deus.
    Ficam sorrisos, ficam estrelas, e meu carinho, nesse teu caminhar tão abnegado e cheio de luz!
    Helena

    ResponderExcluir
  8. A dor de pessoas queridas é também nossa. Sofremos junto, por elas e pela nossa impotência. Oramos, para ter um sorriso a oferecer e para poder também um receber. Dos céus nos vem a esperança, aquela, por vezes, tênue linha, à qual nos amarramos. Bjs.

    ResponderExcluir