domingo, 16 de junho de 2013

Ela era perdida como a lua em meio a escuridão do céu, era a criança mimada, a mulher decidida, o pior dos diabos, o melhor sonho de amor… Do que ela vivia? Da onde ela veio? Quem era ela afinal? Essas questões ninguém tinha a minima capacidade de responder. 
- Aquela cigana.



5 comentários:

  1. Gostei de ler

    Tenha um Domingo muito feliz
    .

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, querida Frida!

    Tudo bem?

    Bastava a imagem. Está lá, tudo, tudinho.

    De facto, poucos conhecem e têm capacidade para entender vocês.

    Bom domingo e melhor semana.

    Beijos carinhosos da Luz.

    ResponderExcluir
  3. Bela definição da mulher. E que linda imagem! Obrigado, boa semana.

    ResponderExcluir
  4. Ja ouvi algumas dessas coisas a meu respeito rsrsrsrs
    Linda foto

    Boa semana
    =^.^=

    ResponderExcluir
  5. Como já disse o poeta, não se conhece as almas alheias, apenas a nossa. O resto é suposição. Bjs.

    ResponderExcluir