domingo, 26 de agosto de 2012



Vc recebe uma mensagem...
Tres da manha ...
Lembranças...
Brigas, sorrisos... vinho, parede suja... estrada escura, curva... Insegurança, segurança... parque, mar, serra... 
Gritos, palavras doces... porta batendo, porta se abrindo... Brincadeiras iguais de criança, choro compulsivo...
Te da  vida, tenta te tirar a vida... te enfeita, te rejeita...
Sangue, quer um pacto, promessas...
Janela do carro, um desenho no vidro, uma silhueta sumindo, desespero...
Nuvens no ceu, ondas no mar, areia...
Telefone que nao para na noite, na madrugada, no amanhecer... Agonia, morte... felicidade, vida... odio, amor...
E em um dia, o fim...

Vidas que seguiram... com acontecimentos tao iguais... tao longe... e acontecimentos tao impressionantemente iguais...

E vc re(pensa)  a vida... como é isso de viver... de sentir...
Como é isso?



"Me dá a mão
Me leva embora
Passou da hora, já bebi demais"



Telefonemas... mensagens... pombo correio... Codigo Morse... Sinais de fumaça... Tambor... qualquer tipo de comunicaçao deveria ser terminantemente proibida as tres da manha...

 

 

Um comentário:

  1. Instante em que o coração dispara,pensamentos voam.Na madrugada todos os silencios se misturam.
    Faz tempo que noa ouço Kid,valeu!
    Abraços.

    ResponderExcluir