segunda-feira, 16 de julho de 2012




"A pasteurização da poesia contemporânea me assusta.
Vozes muito parecidas.
Fico feliz quando me deparo com vozes dissonantes, que rezam por cartilhas que não as vigentes, 
que discordam do coro dos contentes."

Hanna H.

Um comentário:

  1. Gosto desta inquietação em forma de repulsa.Fugir da mesmice e buscar o que incomoda e ou cria novas reflexões.
    Meu abraço.

    ResponderExcluir