terça-feira, 14 de fevereiro de 2012


"Preciso mesmo é de pessoas que não entendam como minha cabeça funciona, mas queira estar ao meu lado mesmo assim, quero é alguém que tenha sensibilidade suficiente para atravessar a parede que o meu medo criou, que tenha senso para entender que esta parede se dissolve com carinho, amor e amizade verdadeira.
É de sentimento recíproco que eu preciso. Quero alguém que me entenda apenas ao olhar em meus olhos, mesmo ciente que todos os dias terá algo novo para aprender sobre o que eu não conto nem a mim mesma. Que diga que me ama mesmo vendo mais mistério que transparência. Que derrube um a um dos meus medos e com os pedaços faça estrada para trilhar ao meu lado. Que possamos pisar sobre o que nos amendrotou e dar risadas das incertezas que já nem são mais. Que seja capaz de amar a pequena porcentagem a qual souber ao meu respeito. Que entenda minha teimosia (que eu tenho de sobra). Enquanto todo mundo diz que uma andorinha não faz verão, eu digo que aquela ave é muito das espertas, capaz de prever o verão chegando antes mesmo das outras. O que os outros enxergam como fim, eu sempre vejo como recomeço."

Noemyr Gonçalves... maravilhosa escritora...

Nenhum comentário:

Postar um comentário