terça-feira, 24 de janeiro de 2012



Quando chegar o momento, morrerei por alguma das mazelas do mundo,
menos por covardia afetiva. Desse mal sei que não morro,

- Não mais - .





(Ana Jácomo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário