sábado, 28 de janeiro de 2012




Descobri que sou inteiramente louca.
Louca de pedra
De pau
De ferro
De aço
De louça
E quebro à toa .


[Maria Carmem Barbosa]

Nenhum comentário:

Postar um comentário