quinta-feira, 25 de maio de 2017


Quero fazer linhas na sua pele
E desenhar palavras com a minha barba
Se estiver se segurando, se entregue
A história começa quando o controle acaba
Quero ser riacho em teu relevo
Não ter destinos em tuas curvas
Essa noite, a você eu pertenço
Vamos juntos criar essa culpa
Misturar o vinho com sussurros
A barba com o Batom
O nada, virar tudo
O que era sem nota, ganha um tom
Misturar a ousadia com o pretexto
A desculpa com a ocasião
Misturar as mãos, o beijo, os dedos
O frio na barriga
Intensifica a emoção
A noite começa
Quando o controle acaba
O que acontece aqui somente a nós interessa
Lembranças que não precisam virar palavras...

A Noite Começa Quando o Controle Acaba  - Rafael Sarzi -






sábado, 13 de maio de 2017

Não é sobre ter
Todas as pessoas do mundo pra si
É sobre saber que em algum lugar
Alguém zela por ti

É sobre ser abrigo
E também ter morada em outros corações
E assim ter amigos contigo
Em todas as situações

Segura teu filho no colo
Sorria e abrace teus pais
Enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir

Porque quando menos se espera
A vida já ficou pra trás